Arquivo por tag: Introdução

nov 10

Viaje para a Terra Santa – Israel, parte 1: Introdução

Dizem que a Civilização Ocidental é filha do casamento de Atenas com Jerusalém. É impressionante como um pedaço tão pequeno de terra (que nem é lá das melhores) foi capaz de exercer influência tão monumental sobre a história do mundo. A Terra Santa é o berço do judaísmo e do cristianismo, e uma das localidades …

Continue lendo »

set 12

VIAJAR PARA O JALAPÃO: Os paradoxos do “sertão das águas” e da delicadeza no seu estado bruto – Parte 1

Imagine um lugar seco, rodeado de verde, de solo arenoso, de cachoeiras límpidas, de piscinas naturais de mais de 30 metros onde se é impossível afundar, serras em forma de tabuleiros, vegetação retorcida, com mais de 4 mil tipos de plantas que só existem lá, com onça parda, negra e pintada, com dunas de 200 …

Continue lendo »

mar 01

Viaje para a Rússia: uma introdução ao maior país do mundo!!

No maior país do mundo, cabem dois Brasis! A Rússia tem um vastíssimo território: são 17 milhões de Km². Na época da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas – URSS, a área abrangia quase três Brasis – 22,4 milhões de Km². Com todo esse espaço, não poderia ser diferente, já aconteceu de tudo por lá. Desde …

Continue lendo »

jan 10

Viaje para os arredores de Brasília: CHAPADA DOS VEADEIROS – Introdução

Esse é o primeiro post da série sobre a Chapada dos Veadeiros. O local é enorme e é impossível explorá-lo adequadamente em apenas uma viagem e em um único post. Como o ecossistema é bastante semelhante na região, aconselha-se visita-la por partes, para não ocorrer o que chamamos de fadiga visual ou arquitetônica, ou seja, …

Continue lendo »

dez 08

Viaje para o Camboja, o Reino da Luz e das Trevas

No imaginário da maioria dos viajantes, o Camboja é sinônimo do magnífico templo de Angkor Wat, localizado no Complexo de Angkor, a maior concentração de riquezas arquitetônicas do mundo. Com os seus mais de 70 templos, magistralmente esculpidos na pedra, em um estilo único, sem dúvida o local merece ser considerado uma das maravilhas do …

Continue lendo »

jul 29

Viaje para o Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa

O Rio de Janeiro é a cidade brasileira mais conhecida no mundo e a sua paisagem urbana foi considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Com belas praias, trilhas pelo meio de florestas, bairros pitorescos e vistas panorâmicas incríveis, o Rio de Janeiro é uma cidade com muitas maravilhas, única no mundo em espírito e …

Continue lendo »

maio 20

Viaje para o Chile, muito além das vinícolas e dos esquis

Torres de Paine, Parque Nacional Torres del Paine, Patagônia Chilena. O Chile é muito mais do que as vinícolas localizadas nas proximidades de Santiago e as montanhas nevadas que atraem milhares de brasileiros todos os anos. O país tem também as casinhas coloridas e as ladeiras de Valparaíso, as cores deslumbrantes e inesperadas do Deserto …

Continue lendo »

maio 08

Viaje para Roma, a Cidade Eterna

O Coliseu é talvez o mais conhecido cartão postal de Roma (fonte da foto: Wikipedia). Foi construído pela segunda dinastia de imperadores romanos, a Dinastia Flaviana. Sua construção foi concluída em 76 dC, foi utilizado por mais de 400 anos, e tinha, quando inteiro, para cerca de 50.000 pessoas. Nenhuma outra cidade sintetiza melhor toda …

Continue lendo »

abr 08

Viajar para o Marrocos: um país mais acessível do que você imagina!

Quando queremos dizer que estamos longe nas distâncias ou até nos pensamentos, usamos, no Brasil, a expressão “tô prá lá de Marrakesh”, imortalizada na canção “Qualquer coisa”, do Caetano Veloso. Acredito que a menção à cidade marroquina vem do fato de, nosso imaginário brasileiro, o mundo árabe ser tão longínquo tanto culturalmente quanto fisicamente. Só que …

Continue lendo »

jan 09

Viaje para a China: O Reino do Meio

A China sempre atraiu meus devaneios. Na verdade, sempre me senti assim em relação ao Oriente como um todo, por conta do seu exotismo diante dos nossos parâmetros ocidentais. Imaginar as pessoas usando chinelinhos, quimonos, sedas, valorizando ao extremo a branquidão da face, o comer de pauzinhos (os hashis), os olhinhos puxados, o povo amarelo, …

Continue lendo »

Posts mais antigos «